segunda-feira, 28 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Política Social


Ano: 2010 Banca: CESPE Órgão: MPU Prova: Analista de Saúde - Serviço Social

Acerca das políticas sociais que integram a seguridade social, julgue o próximo item.

Na Europa Ocidental, durante os anos de ouro do capital, as conquistas no campo da seguridade social difundiram a ideia de que o capitalismo foi o responsável pelas altas taxas de lucro e equidade.

Certo                                          

Errado               

Analisando a questão:
Os 25 anos que se seguiram ao final da Segunda Guerra Mundial têm sido descritos como os “anos dourados do capitalismo” (HOBSBAWM, 1995, cap. 9).
A maioria dos países avançados e algumas das nações em desenvolvimento apresentaram taxas médias de crescimento econômico excepcionais. Ao mesmo tempo, nos países industrializados (particularmente na Europa ocidental) construíram-se vários mecanismos de proteção social, que constituíram o alicerce da relativa harmonia entre capital e trabalho, que marcou o período. 
Muitos estados europeus passaram a implementar políticas explícitas de redistribuição de renda, baseadas em forte tributação e em expansão dos gastos sociais, o que contribuiu para aumentar a demanda interna da economia e reduzir as desigualdades sociais.
O propósito central era evitar que o pesadelo da Grande Depressão se repetisse, e para isso era necessário “reformar o capitalismo” (MYRDAL, 1962). Com o tempo, um conjunto de políticas públicas destinadas à seguridade social e ao exercício pleno da cidadania (inicialmente pensadas como alternativa ao modelo socialista num ambiente de economia de mercado), configuraria uma modalidade de Estado historicamente revolucionária, que combinava duas faces: uma empresarial e uma social. A este ente híbrido deu-se o nome de Welfare State, “Estado do Bem-Estar”. 
 

 Esse pacto social – que se explica, em última instância, pela ameaça representada pela propaganda comunista – levou os principais estados capitalistas a implementar, tanto interna como externamente, mecanismos institucionais de regulação da concorrência e políticas econômicas e sociais destinadas a garantir um elevado padrão de vida ao conjunto da população. Evidentemente, essas políticas não decorriam da lógica do mercado, e tal padrão de vida não se teria materializado não fossem as pressões exercidas por sindicatos e partidos de esquerda.

Fonte: História do capitalismo: uma visão panorâmica. Marcelo Weishaupt Proni. CADERNOS DO CESIT (Texto para discussão n. 25)
Gabarito: Certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário