segunda-feira, 28 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Política Social


Ano: 2010 Banca: CESPE Órgão: MPU Prova: Analista de Saúde - Serviço Social

Acerca das políticas sociais que integram a seguridade social, julgue o próximo item.

Na Europa Ocidental, durante os anos de ouro do capital, as conquistas no campo da seguridade social difundiram a ideia de que o capitalismo foi o responsável pelas altas taxas de lucro e equidade.

Certo                                          

Errado               

Analisando a questão:
Os 25 anos que se seguiram ao final da Segunda Guerra Mundial têm sido descritos como os “anos dourados do capitalismo” (HOBSBAWM, 1995, cap. 9).
A maioria dos países avançados e algumas das nações em desenvolvimento apresentaram taxas médias de crescimento econômico excepcionais. Ao mesmo tempo, nos países industrializados (particularmente na Europa ocidental) construíram-se vários mecanismos de proteção social, que constituíram o alicerce da relativa harmonia entre capital e trabalho, que marcou o período. 
Muitos estados europeus passaram a implementar políticas explícitas de redistribuição de renda, baseadas em forte tributação e em expansão dos gastos sociais, o que contribuiu para aumentar a demanda interna da economia e reduzir as desigualdades sociais.
O propósito central era evitar que o pesadelo da Grande Depressão se repetisse, e para isso era necessário “reformar o capitalismo” (MYRDAL, 1962). Com o tempo, um conjunto de políticas públicas destinadas à seguridade social e ao exercício pleno da cidadania (inicialmente pensadas como alternativa ao modelo socialista num ambiente de economia de mercado), configuraria uma modalidade de Estado historicamente revolucionária, que combinava duas faces: uma empresarial e uma social. A este ente híbrido deu-se o nome de Welfare State, “Estado do Bem-Estar”. 


 Esse pacto social – que se explica, em última instância, pela ameaça representada pela propaganda comunista – levou os principais estados capitalistas a implementar, tanto interna como externamente, mecanismos institucionais de regulação da concorrência e políticas econômicas e sociais destinadas a garantir um elevado padrão de vida ao conjunto da população. Evidentemente, essas políticas não decorriam da lógica do mercado, e tal padrão de vida não se teria materializado não fossem as pressões exercidas por sindicatos e partidos de esquerda.

Fonte: História do capitalismo: uma visão panorâmica. Marcelo Weishaupt Proni. CADERNOS DO CESIT (Texto para discussão n. 25)
Gabarito: Certo.

domingo, 27 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Fundamentos


Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: STJ Prova: Analista Judiciário - Serviço Social

Julgue o item subsequente, a respeito das influências teórico-metodológicas e das formas de intervenções construídas pelo serviço social em diferentes contextos históricos.

No Brasil, os primeiros objetivos políticos e sociais do serviço social foram orientados pelo posicionamento de cunho humanista conservador, o qual divergia dos ideários liberal e marxista.

Certo

Errado

Analisando a questão:
O Serviço Social emerge atrelado a Igreja Católica e sua doutrina social, pautado no ideário franco-belga e no pensamento de São Tomás de Aquino (séc. XII): o tomismo e o neotomismo. Este era considerado um pensamento humanista conservador, o qual era distinto tanto do pensamento liberal quanto do marxista. (Yazbek, 2009)


Gabarito: Certo.
Referências bibliográficas:
YAZBEK, Maria Carmelita. Fundamentos históricos e teórico-metodológicos do Serviço Social in Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABPESS, 2009.




terça-feira, 15 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Política Social


Ano: 2011 Banca: CESPE Órgão: TJ-ES Prova: Analista Judiciário - Serviço Social

Com relação a políticas de seguridade social e à sua concepção, julgue os itens subsequentes.

O crescimento das demandas decorrentes do acirramento do desemprego, das desigualdades e do pauperismo provocou a predominância das políticas de assistência social, que alguns autores têm denominado de assistencialização da seguridade social.

Certo                                          

Errado

Analisando a questão:
No Brasil, o processo de desconstrução da seguridade social, a reboque do que se denominou contrarreforma do Estado (BEHRING, 2003) é uma tônica que traz dificuldades sensíveis ao processo de consolidação de reformas de caráter democrático. Na verdade, a alameda aberta pela ofensiva neoliberal vem dando passagem a um conjunto de alterações que tende a ferir de morte as conquistas feitas no processo de redemocratização da sociedade brasileira.
Assim, apesar da aprovação, desde o início da década de 90, de normativas e legislações que deram suporte às políticas sociais, é inegável a existência de um processo de refluxo e focalização das políticas sociais. Tal processo, profundamente intrincado à orientação da política econômica em curso nos países capitalistas, vem sendo denominado por um conjunto de autores brasileiros como assistencialização das políticas sociais e, ou, da seguridade social.






Fonte: SILVA, M. N. da. ASSISTENCIALIZAÇÃO DAS POLÍTICAS SOCIAIS? BREVES NOTAS SOBRE O DEBATE CONTEMPORÂNEO. Temporalis, Brasilia (DF), ano 10, n.20, p.77-112, jul./dez. 2010.
Gabarito: Certo.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Política Social

Ano: 2011 Banca: CESPE Órgão: TJ-ES Prova: Analista Judiciário - Serviço Social

Com relação a políticas de seguridade social e à sua concepção, julgue os itens subsequentes.

O modelo beveridgiano que orienta o sistema previdenciário brasileiro tem possibilitado a universalização dos direitos e a cobertura da classe trabalhadora.

Certo                                          

Errado

Analisando a questão:
A questão está errada, pois no Brasil os princípios do modelo bismarckiano predominam na previdência social, e os do modelo beveridgiano orientam o atual sistema público de saúde e de assistência social, o que faz com que a seguridade social brasileira se situe entre o seguro e a assistência.



Fonte:  BOSCHETTI, Ivanete. 2009

domingo, 6 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Política Social


Ano: 2016 Banca: CESPE Órgão: TRT - 8ª Região (PA e AP) Prova: Analista Judiciário - Serviço Social
        

Acerca da política social na contemporaneidade, assinale a opção correta.


Parte superior do formulário

a) Uma das tendências da proteção social contemporânea diz respeito à transformação do workfare (bem-estar em troca de trabalho) em welfare (bem-estar incondicional).


b) A política social consiste em provisão ou alocação de decisões tomadas pelo Estado e aplicadas verticalmente na sociedade.


c) Os conceitos de política social e estado de bem-estar equivalem-se no que se refere à garantia de direitos de cidadania.


d) A influência do Relatório de Beveridge sobre seguro social e serviços afins na construção da seguridade social destaca-se pelo fortalecimento de seu eixo contributivo em detrimento do distributivo. 


e) A compreensão do welfare state como um fenômeno contraditório deve-se ao fato de ele atender a necessidades sociais, impondo limites às livres forças do mercado, ao mesmo tempo em que preserva a integridade do modo de produção capitalista.



Analisando a questão: 

a) A transformação é ao contrário: de welfare state em worfare state.

b) Conforme Pereira a política social se apresentando como um "conceito complexo que não condiz com a ideia pragmática de mera provisão ou alocação de decisões tomadas pelo Estado e aplicadas verticalmente na sociedade".

c) Esping-Andersen afirma que "a idéia do Estado de Bem-Estar reside em sua extensão de direitos sociais de cidadania (1996), distinguindo-se de qualquer menú de prestações sociais oferecido pelo Estado. Por isso, afirma que “si pretendemos que tenga algún sentido, el estado de bienestar há de ser algo más que política social: se trata de una construcción histórica única, de una redefinición explícita de todo lo relativo al estado”.

d) Pelo contrário: Relatório de Beveridge sobre seguro social e serviços afins na construção da seguridade social destaca-se pelo fortalecimento de seu eixo distributivo.

e) Sobre o Welfare State, Potyara Pereira afirma que “seu surgimento, por conseguinte, está relacionado a demandas por maior igualdade e reconhecimento de direitos sociais e segurança econômica, concomitantemente com demandas do capital de se manter reciclado e preservado. É por isso que autores como Gough vêm o Welfare State como um fenômeno também contraditório, porque, ao mesmo tempo em que tem que atender necessidades sociais, impondo limites às livres forças do mercado, o faz preservando a integridade do modo de produção capitalista”. (PEREIRA, 2009, p.87)

Gabarito: E





Fonte:

PEREIRA, Potyara. A. P. Discussões conceituais sobre política social como política pública e de direito de cidadania. In: BOSCHETTI, I. (Org.). Política social no capitalismo: tendências contemporâneas. São Paulo: Cortez, 2009.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Fundamentos


Ano: 2016 Banca: CESPE Órgão: DPU Prova: Assistente social
Julgue o item a seguir, acerca dos fundamentos históricos e teórico-metodológicos do serviço social e de sua institucionalização no Brasil.
O desenvolvimento do serviço social ocorreu no período que antecedeu a Segunda Guerra Mundial, com a expansão dos serviços sociais públicos.
Certo
Errado
Analisando a questão:
O período de 1930 a 1945 coincide com dois grandes fatores político-sociais: a Segunda Guerra Mundial (Europa) e o período do Estado Novo (Brasil), caracterizando o surgimento da profissão no Brasil, com influência europeia.
  A gênese do Serviço Social no Brasil se deu na década de 30, mas é  só a partir de 1945 que se observa uma expansão do serviço social no país, com o fortalecimento do capitalismo local e as mudanças mundiais decorrentes do período pós-guerra. Nessa ocasião, o serviço social tinha as seguintes características: assistencial, caritativo, missionário e beneficente (BAIERL, 2005).
O Estado assume as funções de zelar pelo disciplinamento e pela reprodução da força de trabalho, tarefas em que as instituições assistenciais desempenham um papel fundamental.
As práticas dos assistentes sociais eram absorvidas em grande intensidade pelas características das instituições, tais como: o CNSS – Conselho Nacional de Serviço Social (1938), a LBA – Legião Brasileira de Assistência (1942), o Senai – Serviço Nacional de Aprendizado Industrial (1942), o Sesi – Serviço Social da Indústria (1946) e a Fundação Leão XIII (1946), que tinham entre seus objetivos comuns proporcionar benefícios assistenciais indiretos aos trabalhadores urbanos e àqueles totalmente esgotados pelo sistema.
O fortalecimento profissional do assistente social no final dos anos de 1940 impulsiona a organização de congressos, cursos de reciclagem, criação, em 1945, da Associação Brasileira das Escolas de Serviço Social (Abess), em 1946, da Associação Brasileira de Assistentes Sociais (Abas), a criação do Código de Ética (1948) e, consagrando os esforços, a regulamentação do ensino (1954) e o reconhecimento da profissão (1956) (BAIERL, 2004).
O serviço social deixa de ser uma forma de intervenção política de determinadas frações de classes para ser uma atividade institucionalizada e legitimada pelo Estado e pelo conjunto do bloco dominante. Contudo, o serviço social mantém sua ação educativa e doutrinária de “enquadramento” da população cliente.
Gabarito Errado.

Referências bibliográficas:

BAIERL, L. F. A erosão do serviço social tradicional : contexto sociopolítico brasileiro.
Texto institucional para a disciplina Fundamentos Teóricos-Medodológicos do Serviço Social – FTM IV. São Paulo, 2004.

___. Um breve passeio pelo tempo: dos anos de 45 a 65 no Brasil e no mundo. Texto institucional para a disciplina Fundamentos Teóricos-Medodológicos do Serviço Social – FTM IV. São Paulo, 2005.