domingo, 11 de dezembro de 2016

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Política Social


Ano: 2010 Banca: CESPE Órgão: MPU Prova: Analista de Saúde - Serviço Social

Acerca das políticas sociais que integram a seguridade social, julgue o próximo item.

Na Europa Ocidental, durante os anos de ouro do capital, as conquistas no campo da seguridade social difundiram a ideia de que o capitalismo foi o responsável pelas altas taxas de lucro e equidade.

Certo                                          

Errado               

Analisando a questão:
Os 25 anos que se seguiram ao final da Segunda Guerra Mundial têm sido descritos como os “anos dourados do capitalismo” (HOBSBAWM, 1995, cap. 9).
A maioria dos países avançados e algumas das nações em desenvolvimento apresentaram taxas médias de crescimento econômico excepcionais. Ao mesmo tempo, nos países industrializados (particularmente na Europa ocidental) construíram-se vários mecanismos de proteção social, que constituíram o alicerce da relativa harmonia entre capital e trabalho, que marcou o período. 
Muitos estados europeus passaram a implementar políticas explícitas de redistribuição de renda, baseadas em forte tributação e em expansão dos gastos sociais, o que contribuiu para aumentar a demanda interna da economia e reduzir as desigualdades sociais.
O propósito central era evitar que o pesadelo da Grande Depressão se repetisse, e para isso era necessário “reformar o capitalismo” (MYRDAL, 1962). Com o tempo, um conjunto de políticas públicas destinadas à seguridade social e ao exercício pleno da cidadania (inicialmente pensadas como alternativa ao modelo socialista num ambiente de economia de mercado), configuraria uma modalidade de Estado historicamente revolucionária, que combinava duas faces: uma empresarial e uma social. A este ente híbrido deu-se o nome de Welfare State, “Estado do Bem-Estar”. 
 

 Esse pacto social – que se explica, em última instância, pela ameaça representada pela propaganda comunista – levou os principais estados capitalistas a implementar, tanto interna como externamente, mecanismos institucionais de regulação da concorrência e políticas econômicas e sociais destinadas a garantir um elevado padrão de vida ao conjunto da população. Evidentemente, essas políticas não decorriam da lógica do mercado, e tal padrão de vida não se teria materializado não fossem as pressões exercidas por sindicatos e partidos de esquerda.

Fonte: História do capitalismo: uma visão panorâmica. Marcelo Weishaupt Proni. CADERNOS DO CESIT (Texto para discussão n. 25)
Gabarito: Certo.

domingo, 27 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Fundamentos


Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: STJ Prova: Analista Judiciário - Serviço Social

Julgue o item subsequente, a respeito das influências teórico-metodológicas e das formas de intervenções construídas pelo serviço social em diferentes contextos históricos.

No Brasil, os primeiros objetivos políticos e sociais do serviço social foram orientados pelo posicionamento de cunho humanista conservador, o qual divergia dos ideários liberal e marxista.

Certo

Errado

Analisando a questão:
O Serviço Social emerge atrelado a Igreja Católica e sua doutrina social, pautado no ideário franco-belga e no pensamento de São Tomás de Aquino (séc. XII): o tomismo e o neotomismo. Este era considerado um pensamento humanista conservador, o qual era distinto tanto do pensamento liberal quanto do marxista. (Yazbek, 2009)


Gabarito: Certo.
Referências bibliográficas:
YAZBEK, Maria Carmelita. Fundamentos históricos e teórico-metodológicos do Serviço Social in Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABPESS, 2009.



terça-feira, 15 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Política Social


Ano: 2011 Banca: CESPE Órgão: TJ-ES Prova: Analista Judiciário - Serviço Social

Com relação a políticas de seguridade social e à sua concepção, julgue os itens subsequentes.

O crescimento das demandas decorrentes do acirramento do desemprego, das desigualdades e do pauperismo provocou a predominância das políticas de assistência social, que alguns autores têm denominado de assistencialização da seguridade social.

Certo                                          

Errado

Analisando a questão:
No Brasil, o processo de desconstrução da seguridade social, a reboque do que se denominou contrarreforma do Estado (BEHRING, 2003) é uma tônica que traz dificuldades sensíveis ao processo de consolidação de reformas de caráter democrático. Na verdade, a alameda aberta pela ofensiva neoliberal vem dando passagem a um conjunto de alterações que tende a ferir de morte as conquistas feitas no processo de redemocratização da sociedade brasileira.
Assim, apesar da aprovação, desde o início da década de 90, de normativas e legislações que deram suporte às políticas sociais, é inegável a existência de um processo de refluxo e focalização das políticas sociais. Tal processo, profundamente intrincado à orientação da política econômica em curso nos países capitalistas, vem sendo denominado por um conjunto de autores brasileiros como assistencialização das políticas sociais e, ou, da seguridade social.






Fonte: SILVA, M. N. da. ASSISTENCIALIZAÇÃO DAS POLÍTICAS SOCIAIS? BREVES NOTAS SOBRE O DEBATE CONTEMPORÂNEO. Temporalis, Brasilia (DF), ano 10, n.20, p.77-112, jul./dez. 2010.
Gabarito: Certo.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Política Social

Ano: 2011 Banca: CESPE Órgão: TJ-ES Prova: Analista Judiciário - Serviço Social

Com relação a políticas de seguridade social e à sua concepção, julgue os itens subsequentes.

O modelo beveridgiano que orienta o sistema previdenciário brasileiro tem possibilitado a universalização dos direitos e a cobertura da classe trabalhadora.

Certo                                          

Errado

Analisando a questão:
A questão está errada, pois no Brasil os princípios do modelo bismarckiano predominam na previdência social, e os do modelo beveridgiano orientam o atual sistema público de saúde e de assistência social, o que faz com que a seguridade social brasileira se situe entre o seguro e a assistência.



Fonte:  BOSCHETTI, Ivanete. 2009

domingo, 6 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Política Social


Ano: 2016 Banca: CESPE Órgão: TRT - 8ª Região (PA e AP) Prova: Analista Judiciário - Serviço Social
        

Acerca da política social na contemporaneidade, assinale a opção correta.


Parte superior do formulário

a) Uma das tendências da proteção social contemporânea diz respeito à transformação do workfare (bem-estar em troca de trabalho) em welfare (bem-estar incondicional).


b) A política social consiste em provisão ou alocação de decisões tomadas pelo Estado e aplicadas verticalmente na sociedade.


c) Os conceitos de política social e estado de bem-estar equivalem-se no que se refere à garantia de direitos de cidadania.


d) A influência do Relatório de Beveridge sobre seguro social e serviços afins na construção da seguridade social destaca-se pelo fortalecimento de seu eixo contributivo em detrimento do distributivo. 


e) A compreensão do welfare state como um fenômeno contraditório deve-se ao fato de ele atender a necessidades sociais, impondo limites às livres forças do mercado, ao mesmo tempo em que preserva a integridade do modo de produção capitalista.



Analisando a questão: 

a) A transformação é ao contrário: de welfare state em worfare state.

b) Conforme Pereira a política social se apresentando como um "conceito complexo que não condiz com a ideia pragmática de mera provisão ou alocação de decisões tomadas pelo Estado e aplicadas verticalmente na sociedade".

c) Esping-Andersen afirma que "a idéia do Estado de Bem-Estar reside em sua extensão de direitos sociais de cidadania (1996), distinguindo-se de qualquer menú de prestações sociais oferecido pelo Estado. Por isso, afirma que “si pretendemos que tenga algún sentido, el estado de bienestar há de ser algo más que política social: se trata de una construcción histórica única, de una redefinición explícita de todo lo relativo al estado”.

d) Pelo contrário: Relatório de Beveridge sobre seguro social e serviços afins na construção da seguridade social destaca-se pelo fortalecimento de seu eixo distributivo.

e) Sobre o Welfare State, Potyara Pereira afirma que “seu surgimento, por conseguinte, está relacionado a demandas por maior igualdade e reconhecimento de direitos sociais e segurança econômica, concomitantemente com demandas do capital de se manter reciclado e preservado. É por isso que autores como Gough vêm o Welfare State como um fenômeno também contraditório, porque, ao mesmo tempo em que tem que atender necessidades sociais, impondo limites às livres forças do mercado, o faz preservando a integridade do modo de produção capitalista”. (PEREIRA, 2009, p.87)

Gabarito: E




Fonte:

PEREIRA, Potyara. A. P. Discussões conceituais sobre política social como política pública e de direito de cidadania. In: BOSCHETTI, I. (Org.). Política social no capitalismo: tendências contemporâneas. São Paulo: Cortez, 2009.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Fundamentos


Ano: 2016 Banca: CESPE Órgão: DPU Prova: Assistente social
Julgue o item a seguir, acerca dos fundamentos históricos e teórico-metodológicos do serviço social e de sua institucionalização no Brasil.
O desenvolvimento do serviço social ocorreu no período que antecedeu a Segunda Guerra Mundial, com a expansão dos serviços sociais públicos.
Certo
Errado
Analisando a questão:
O período de 1930 a 1945 coincide com dois grandes fatores político-sociais: a Segunda Guerra Mundial (Europa) e o período do Estado Novo (Brasil), caracterizando o surgimento da profissão no Brasil, com influência europeia.
  A gênese do Serviço Social no Brasil se deu na década de 30, mas é  só a partir de 1945 que se observa uma expansão do serviço social no país, com o fortalecimento do capitalismo local e as mudanças mundiais decorrentes do período pós-guerra. Nessa ocasião, o serviço social tinha as seguintes características: assistencial, caritativo, missionário e beneficente (BAIERL, 2005).
O Estado assume as funções de zelar pelo disciplinamento e pela reprodução da força de trabalho, tarefas em que as instituições assistenciais desempenham um papel fundamental.
As práticas dos assistentes sociais eram absorvidas em grande intensidade pelas características das instituições, tais como: o CNSS – Conselho Nacional de Serviço Social (1938), a LBA – Legião Brasileira de Assistência (1942), o Senai – Serviço Nacional de Aprendizado Industrial (1942), o Sesi – Serviço Social da Indústria (1946) e a Fundação Leão XIII (1946), que tinham entre seus objetivos comuns proporcionar benefícios assistenciais indiretos aos trabalhadores urbanos e àqueles totalmente esgotados pelo sistema.
O fortalecimento profissional do assistente social no final dos anos de 1940 impulsiona a organização de congressos, cursos de reciclagem, criação, em 1945, da Associação Brasileira das Escolas de Serviço Social (Abess), em 1946, da Associação Brasileira de Assistentes Sociais (Abas), a criação do Código de Ética (1948) e, consagrando os esforços, a regulamentação do ensino (1954) e o reconhecimento da profissão (1956) (BAIERL, 2004).
O serviço social deixa de ser uma forma de intervenção política de determinadas frações de classes para ser uma atividade institucionalizada e legitimada pelo Estado e pelo conjunto do bloco dominante. Contudo, o serviço social mantém sua ação educativa e doutrinária de “enquadramento” da população cliente.
Gabarito Errado.

Referências bibliográficas:

BAIERL, L. F. A erosão do serviço social tradicional : contexto sociopolítico brasileiro.
Texto institucional para a disciplina Fundamentos Teóricos-Medodológicos do Serviço Social – FTM IV. São Paulo, 2004.

___. Um breve passeio pelo tempo: dos anos de 45 a 65 no Brasil e no mundo. Texto institucional para a disciplina Fundamentos Teóricos-Medodológicos do Serviço Social – FTM IV. São Paulo, 2005.

sábado, 22 de outubro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Política Social




Ano: 2012 Banca: CESPE Órgão: TJ-AC Prova: Analista Judiciário - Assistência Social


No que diz respeito a políticas sociais, julgue os itens a seguir.

O caráter público de uma política social define-se pelo tamanho do agregado social que lhe demanda atenção, sem considerar o princípio do interesse comum.

Certo

Errado

Analisando a questão:
A palavra política que compõe o termo política pública , tem uma conotação específica. Refere-se a medidas e formas de ação formuladas e executadas com vista ao atendimento de legítimas demandas e necessidades sociais (e não individuais).
Política pública não é sinônimo de política estatal . A palavra “pública” que acompanha a palavra “política”, no sentido aqui tratado, não tem identificação exclusiva com o Estado, mas sim com o que em latim se expressa como “res publica” , isto é, coisa de todos , e, por isso, constitui algo que compromete tanto o Estado quanto a sociedade .
res pública: forma de organização política que se pauta pelo interesse comum, da comunidade, da soberania popular e não da soberania dos que governam. Os governantes são funcionários do povo, estando, por isso, a serviço deste.
Política pública: principal marca definidora é o fato de ser pública , isto é de todos , e não porque seja estatal (do Estado) ou coletiva (de grupos/ sujeitos da sociedade).

O caráter público desta política não é dado apenas pela sua vinculação com o Estado e nem pelo tamanho do agregado social que lhe demanda atenção (RUA, 1998, p. 231), mas pelo fato de significar um conjunto de decisões e ações que resulta ao mesmo tempo de ingerências do Estado e da sociedade, apresentando as seguintes características:
·         Constitui um marco ou linha de orientação para a ação pública, sob a responsabilidade de uma autoridade também pública (um organismo que aloca e administra bens públicos, como saúde, educação, assistência, entre outros) sob o controle da sociedade. É o que na língua inglesa é grafado como policy e não mais como politics.
·         Visa concretizar direitos sociais conquistados pela sociedade e incorporados nas leis. Ou melhor, os direitos sociais declarados e garantidos nas leis são, de regra, conquistas da sociedade e só têm aplicabilidade por meio de políticas públicas, as quais, por sua vez, operacionalizam-se por meio de programas, projetos e serviços. Segundo Sétien & Arriola (1998), são os programas, projetos e serviços sociais (especialmente estes últimos), que cumprem o papel de materializar, de fato, as propostas, as idéias, os desenhos de ação, os objetivos e meios especificados pelas políticas públicas. São os serviços sociais, dizem as mencionadas autoras, “que tornam evidente uma política pública” (p. 323).
·         Guia-se pelo princípio do interesse comum, ou público, e da soberania popular, e não do interesse particular e da soberania dos governantes;
·         Deve visar à satisfação das necessidades sociais e não da rentabilidade econômica privada ou das necessidades do capital.

Gabarito: Errado.


Fonte: Valéria Pires y Joseph Handerson (2009). POLÍTICAS PÚBLICAS E DIREITOS SOCIAIS NO CONTEXTO DA. FAMÍLIA COMO MODELO DE ORGANIZAÇÃO SOCIAL. XXVII Congreso de la Asociación Latinoamericana de Sociología. VIII Jornadas de Sociología de la Universidad de Buenos Aires. Asociación Latinoamericana de Sociología, Buenos Aires.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

VAGAS DE CONCURSO PARA ASSISTENTE SOCIAL

A Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) alterou informações contidas no edital nº 26/2016 de concurso público para cargos da carreira de Técnico-Administrativos em Educação.

Total de vagas para assistente social: 1 vaga
Remuneração: R$ 3.868,21 + R$ 458,00 de auxílio alimentação.
Carga horária: 40hs.

A data final de inscrição foi modificada para 30 de outubro de 2016, devendo os interessados acessarem a página do Ceps/UFPA: http://www.ceps.ufpa.br.

Ainda de acordo com a mais recente retificação, as provas agora serão aplicadas em 04 de dezembro de 2016 apenas na cidade de Santarém.

 CONTEÚDO ESPECÍFICO PARA O CARGO DE ASSISTENTE SOCIAL

1 Determinantes históricos do Serviço Social e Questão Social no contexto brasileiro/amazônico contemporâneo; 2 Fundamentos teórico-metodológicos, técnico-operativos e ético-políticos do Serviço Social; 3 Ética e Serviço Social; Código de Ética Profissional do Serviço Social e Projeto Ético-Político do Serviço Social; 4 Processos de Trabalho e Serviço Social: teoria, mediação e instrumentalidade; 5 Análise dos fundamentos das relações sociais no âmbito das instituições; 6 Planejamento, Elaboração e Avaliação de Planos, Programas e Projetos Sociais; 7 Elaboração de Projetos de Avaliação de Políticas Públicas;8 Elaboração de Projetos de Intervenção Social;9 Atuação do Assistente Social em equipe multiprofissional;10 Estudo Social em perícias, laudos e pareceres técnicos; 11 Uso de Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC) no ambiente organizacional: redes sociais, fóruns de discussão, entre outros; 12 Administração, Planejamento, Assessoria, Consultoria e Supervisão em Serviço Social;13 Segurança do Trabalho, Saúde/Qualidade de Vida do Trabalhador, Absenteísmo/Presenteísmo: conceitos e implicações no ambiente organizacional; 14 Lei Orgânica da Assistência Social nº 8.742/1993 e alterações; 15 Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) nº 9.394/1996 e alterações; 16 Lei Orgânica da Saúde nº 8.080/1990 e alterações; 17 Legislação Previdenciária: planos de benefícios da Previdência Social e Decreto n.º 3.048/1999 e alterações; 18 Legislação pertinente ao trabalho profissional do Assistente Social: Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) - Lei nº 8.069/1990); Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741/2003); Estatuto da Cidade (Lei nº 10.257/2001); Lei Maria da Penha, nº 11.340/2006; Direito das Pessoas Portadoras de Deficiência (Lei nº 7.853 de 24.10.1989 e alterações; 19 Política de Atenção Integral aos Usuários de Álcool e Outras Drogas; 20 Política Nacional de DST/AIDS: diretrizes e princípios operativos; 21 Política Nacional de Saúde Mental (Lei 10.216/2001): diretrizes e princípios operativos.

terça-feira, 18 de outubro de 2016

QUESTÕES COMENTADAS DE SERVIÇO SOCIAL: Fundamentos

Ano: 2016 Banca: CESPE Órgão: DPU Prova: Assistente social

Julgue o item a seguir, acerca dos fundamentos históricos e teórico-metodológicos do serviço social e de sua institucionalização no Brasil.

A questão social fundamenta a existência do serviço social brasileiro como uma especialização do trabalho coletivo, no contexto de afirmação da hegemonia do capital industrial e de apreensão dos processos sob o ângulo das classes sociais.

Certo

Errado

Analisando a questão:
O serviço social emerge como uma especialização do trabalho coletivo que, tradicionalmente se conecta com as forças oriundas da classe trabalhadora na defesa da manutenção dos direitos sociais, trabalhistas, civis e lutam ainda, para sua ampliação.
O processo de industrialização fez com que houvesse a constituição e expansão do proletariado e da burguesia industrial, ocorrendo modificações verificadas na composição dos grupos e frações de classes que compartilham o poder de Estado em conjunturas históricas determinadas. É nesse contexto em que se afirma a hegemonia do capital industrial e financeiro, que emerge sob novas formas, a chamada “questão social”, a qual se torna a base de justificação desse tipo de profissional especializado.
Como uma especialização do trabalho coletivo, o assistente social se inscreve na cena contemporânea da (re)produção da vida social e inclusive do próprio capital pela sua própria essência enquanto trabalhador.
Gabarito: Certo.

Fonte: IAMAMOTO, M. Serviço Social em tempo de capital fetiche. Capital financeiro, trabalho e questão social. São Paulo: Cortez, 2008.


DICAS DE LEITURA

Por mais que você tenha apostilas, resumos, mapas mentais e outros aparatos para facilitar sua vida na hora de estudar para concursos, isso tudo não dispensa a leitura de alguns livros e artigos, considerados indispensáveis para compreensão de assuntos cobrados em provas na área de conhecimentos específicos de Serviço Social.

Hoje indico a vocês a leitura dos artigos organizados pelo CFESS/ABEPSS na Coletânea: Serviço Social: Direitos Sociais e competências profissionais. 2009


A obra está esgotada para venda, mas você pode baixar em pdf neste link abaixo:

A Banca CESPE adora utilizar fragmentos de textos desta obra para formular suas questões de concursos.

Então agora é só baixar e boa leitura!!!
Para facilitar, faça resumos dos pontos mais importantes dos artigos quando estiver lendo e assim economiza tempo na hora de revisar.

Bons estudos!!!

domingo, 16 de outubro de 2016

VAGAS DE CONCURSO PARA ASSISTENTE SOCIAL

EBSERH anuncia retificação nos editais do Concurso para o HRL - UFS
A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH divulgou retificação dos três editais referentes ao Concurso Público que visa contratar 597 profissionais de nível médio e superior para assumirem diversos cargos no Hospital Regional de Lagarto da Universidade Federal de Sergipe - HRL - UFS.

Já o edital nº 3 conta com oportunidades para a área Assistencial. Neste caso são contempladas 3 vagas para a função de Assistente Social.

As inscrições devem ser realizadas até o dia 01 de novembro de 2016, mediante preenchimento da ficha no site do Instituto AOCP (www.institutoaocp.org.br). O prazo encerra às 14h do último dia.

Todos os inscritos vão ser classificados por meio de Provas Objetivas, de Títulos e de Experiência profissional. A primeira etapa está prevista para ocorrer no dia 27 de novembro de 2016, nas cidades de Lagarto e Aracaju, Estado do Sergipe.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS RETIFICADO

CONHECIMENTOS BÁSICOS- NIVEL SUPERIOR
Língua Portuguesa 1. Interpretação de texto: informações literais e inferências possíveis; ponto de vista do autor; significação contextual de palavras e expressões; relações entre ideias e recursos de coesão; figuras de estilo. 2. Conhecimentos linguísticos: ortografia: emprego das letras, divisão silábica, acentuação gráfica, encontros vocálicos e consonantais, dígrafos; classes de palavras: substantivos, adjetivos, artigos, numerais, pronomes, verbos, advérbios, preposições, conjunções, interjeições: conceituações, classificações, flexões, emprego, locuções. Sintaxe: estrutura da oração, estrutura do período, concordância (verbal e nominal); regência (verbal e nominal); crase, colocação de pronomes; pontuação.

Raciocínio Lógico e Matemático 1.Resolução de problemas envolvendo frações, conjuntos, porcentagens, sequências (com números, com figuras, de palavras). 2.Raciocínio lógico-matemático: proposições, conectivos, equivalência e implicação lógica, argumentos válidos.

Legislação Aplicada à EBSERH 1 Lei Federal nº 12.550, de 15 de dezembro de 2011. 2 Decreto nº 7.661, de 28 de dezembro de 2011. 3 Regimento Interno da EBSERH - 3ª revisão.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Legislação Aplicada ao SUS 1 Evolução histórica da organização do sistema de saúde no Brasil e a construção do Sistema Único de Saúde (SUS) – princípios, diretrizes e arcabouço legal. 2 Controle social no SUS. 3 Resolução 453/2012 do Conselho Nacional da Saúde. 4 Constituição Federal, artigos de 194 a 200. 5 Lei Orgânica da Saúde ‐ Lei no 8.080/1990, Lei no 8.142/1990 e Decreto Presidencial no 7.508, de 28 de junho de 2011. 6 Determinantes sociais da saúde. 7 Sistemas de informação em saúde.

ASSISTENTE SOCIAL 1. Serviço Social na contemporaneidade. 1.1. Debate teórico‐metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas profissionais aos desafios de hoje. 1.2. Condicionantes, conhecimentos, demandas e exigências para o trabalho do serviço social em empresas. 1.3. O serviço social e a saúde do trabalhador diante das mudanças na produção, organização e gestão do trabalho. 2. História da política social. 2.1. O mundo do trabalho na era da reestruturação produtiva e da mundialização do capital. 3. A família e o serviço social. Administração e planejamento em serviço social. 3.1. Atuação do assistente social em equipes interprofissionais e interdisciplinares. 3.2. Assessoria, consultoria e serviço social. 3.3. Saúde mental, transtornos mentais e o cuidado na família. 3.4. Responsabilidade social das empresas. 3.5. Gestão em saúde e segurança. 3.6. Gestão de responsabilidade social. Conceitos, referenciais normativos e indicadores. 4. História e constituição da categoria profissional. 5. Leis e códigos relacionados ao trabalho profissional do Assistente Social. 6. Pesquisa social. Elaboração de projetos, métodos e técnicas qualitativas e quantitativas. 7. Planejamento de planos, programas e projetos sociais. 8. Avaliação de programas sociais. 

Link para inscrição e acompanhamento:

Instituto AOCP